quinta-feira, 12 de junho de 2008

Areia



Acordou, sorriu para o calendário, férias.

Amigos na praça,friozinho na barriga pois a menina dos sonhos estaria lá.Planejou algo que a irritasse.Pegou a bola,a corda,o carrinho e o lego.Correu.Disse para a mãe que de tardezinha voltaria.Ah,menino que preocupa!No caminho encontrou a professora do colégio e a tia que voltava do mercado.Sempre quando andava sozinho pensava no que queria ser quando crescer.Médico,astronauta,bombeiro(criança só muda de endereço) e até coveiro,para poder conhecer todos da cidade,dar um olá e um tchau.Às vezes ficava triste,pois demoraria tanto até chegar aos dezoito,terminar a escola e beijar a menina dos sonhos!
Estava atrasado, a queimada começaria logo logo. Correu mais que o necessário. E a cada rua que atravessava, via pessoas diferentes,casas e árvores.Em cada esquina caia um brinquedo.Era tanto vento na cara,que o fez parar de pensar na menina dos sonhos.A praça parecia estar tão longe dali!Estava tão confuso que nem viu que já havia ultrapassado-a. Deixara para trás os amigos da queimada e a menina,os brinquedos e a infância.
O tempo passou pelo vento, respirou lembranças,sufocou pensamentos,correu com os pés quentes e os sorrisos foram ficando gelados.
Chegou aos dezoito,terminou a escola,beijou outras meninas.
A vida é aleatória e rápida,muito rápida.Hoje há dias em que não trazem valor algum.


Foto:Julie
Texto:Ana

Um comentário:

Ramon disse...

é eu concordo com tuuudo que tem nesse blog, não só porque é real e inteligente, mais porque a Ana é minha amiga, companheira e irmã aaah e futura esposa rsrsrrsrs
ana te amo beijos