domingo, 21 de novembro de 2010

Epifania menor

Para Manoel de Barros, o doutor em formigas e aos desejos de voltar às pequenas idades.


Tomei um café com alma de formiga,
e vejam só o quão pequeno fiquei!

5 comentários:

Ana Raquel disse...

Não precisei de ler São Paulo, Santo Agostinho,
São Jerônimo, nem Tomás de Aquino, nem São Francisco
de Assis -
Para chegar a Deus.
Formigas me mostraram Ele.

(Eu tenho doutorado em formigas.)

Manoel de Barros

Michele P. disse...

Uma vez escrevi sobre formigas. Acho que nós, seremos humanos, somos muito parecidos com elas na "pequenez" de nossas almas.

Um abraço e felicitações pela escolha textual.

Sarah disse...

moça, me vê um café com alma de elefante?






beso.

° Marrí disse...

quão gigante...

Dani Santos disse...

imenso.

vc consegue expressar o que as palavras não podem dizer, moça de sonhos coloridos.

abraços pequenos-grandes de almas...