sexta-feira, 15 de abril de 2011

Poema da tarde



Tem som que bate na gente 
e vira nota fina - garoa musical -
que tira toda a solidão num batuque só
e acabamos por anoitecer em nota!


E tem noite que é sempre amiga 
e nós nos vemos além do travesseiro...


Tem dias que chovem dentro dos olhos
e acabam no lenço velho,
e tem alma que é ainda mais alma
quando o corpo decide sorrir.



Tem beleza que nasce quando a gente
percebe o movimento dos pés.


Tem coração que deveria virar canção:
"talvez fosse mais fácil pra se ouvir!"
Assim como tem gente que deveria virar poema,
de tanta poesia que transmite no olhar.


Tem ser que deveria estar
e tem estar que deveria ser sempre.


Mas tem tanto
que poderia ser tudo
se não fosse infinito!




Marcelo Camelo - Vermelho.

4 comentários:

Dressa Sima disse...

e a alegria de ler uma coisa tão linda assim vai alem !

mágico sem mais . :D

Poeta da Colina disse...

Mas sempre tem um tanto que cabe.

Marisa in the Sky disse...

tem coração que deveria virar canção, tem gente que deveria virar poema.

Mais uma vez, mudou toda a perspectiva que eu tinha até o presente momento.

Você é muito foda.

Sarah disse...

Infinito. Possibilidades sem fim. Tem coração que é canção, e gente que é poema (você, por exemplo). Talvez não sempre. Talvez sim, mas a canção dependa, o ritmo dependa... Possibilidades.

Escreva sempre.

Abraço.