quarta-feira, 11 de maio de 2011

Refluxo

"Continuo a dizer sobre as coisas incabíveis que me rondam.E desejo que muitos outros seres estejam em sintonia.Perder-se também é caminho, já dizia o poeta.Encontrar-se pode ser fatal.Perco minhas tardes pensando em maneiras e adormeço não sabendo quando o dia termina.E só parte de mim se engasga com quem penso ser.Lá fora, muitos outros não sabem pois não notam ou porque não cabe a mim me pronunciar.Apenas duas notas do violão emocionam.Palavras excessivamente simples também.Esperar é morrer aos poucos.Viver é palavra e ato que ainda espera por definição."

Nenhum comentário: